Connect with us

Saúde

Após pedido de jornalistas, MP recomenda que novas categorias não sejam incluídas como prioritárias


O presidente do Sindjorba, Moacy Neves considerou a recomendação “lamentável”.

OFocoNoticias

Publicada

-

O Ministério Público do estado da Bahia, conjuntamente com o Ministério Público Federal, emitiu uma recomendação para que a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) se abstenha de incluir novas categorias como prioritárias no plano de vacinação.

A recomendação acontece no dia seguinte à reunião da CIB que aprovou a inclusão de jornalistas, a partir de 40 anos, no grupo de prioritários em toda a Bahia. No documento, o MPE e MPF pedem que a CIB explique os critérios técnicos-científicos para a inclusão dos jornalistas e se “abstenha” de colocar novos grupos fora do PNO, plano nacional de imunização do Ministério da Saúde. 

Segundo o Metro1, o presidente do Sindjorba, Moacy Neves considerou a recomendação “lamentável”. “Não fomos comunicados ainda. A gente não é parte num caso desse. A parte nesse caso seria a CIB, que tomou a decisão. Mas, se realmente se confirmar, é lamentável, porque deveriam ter consultado a gente para que apresentássemos argumentos e justificativas”, diz. 

Comentários do Facebook

Em Alta

Copyright © 2021 - OFocoNotícias/ Email: ofoconoticias@gmail.com