Connect with us

Região

Cláudia e Robério deixam prisão após justiça acatar pedido de liminar


Desembargador determinou ainda uma série de medidas restritivas ao casal

OFocoNoticias

Publicada

-

O desembargador federal Ney de Barros Bello determinou na noite desta quarta-feira, dia 16, a soltura dos ex-prefeitos Robério Oliveira e Cláudia Oliveira, de Eunápolis e Porto Seguro respectivamente.

O casal foi preso na terça-feira, dia 15, em mais uma fase da Operação Fraternos, que investiga fraudes milionárias em contratos públicos de prefeituras no sul da Bahia. Ambos são do Partido Social Democrático (PSD).

Na decisão, o desembargador estabeleceu uma fiança de R$ 100 mil para cada um, somando um total de R$ 200 mil, o que representa apenas 0,1% do valor total que os investigados são acusados de terem desviado através de contratos fraudados, que chega a soma de R$ 200 milhões. Determinou ainda medidas restritivas para Robério e Cláudia.

Confira as medidas determinadas pelo desembargador:

• Obrigatoriedade de acompanhar os atos processuais, mantendo seus endereços atualizados nos autos;

• Proibição de manter contato, por quaisquer meios de comunicação, com os demais indiciados, salvo familiares;

• Proibição de se ausentar do município de residência por mais de oito dias consecutivos, salvo com prévia autorização do juízo;

• Proibição de frequentar os locais onde funcionem as administrações de Eunápolis, Porto Seguro e Santa Cruz de Cabrália, onde, supostamente, os fatos teriam ocorrido;

• Recolhimento da fiança arbitrada em R$ 100 mil, cada um, a ser comprovado em até 72 horas, após a expedição do alvará de soltura.

Após a audiência de custódia na tarde da última terça, dia 15, a ex-prefeita de Porto Seguro foi levada para o conjunto penal de Teixeira de Freitas. O marido dela estava no presídio da cidade de Eunápolis, município onde foi prefeito.

 

Fonte: G1 BAHIA

Comentários do Facebook

Em Alta

Copyright © 2021 - OFocoNotícias/ Email: ofoconoticias@gmail.com