Connect with us

Geral

Mecânico monta sua própria aeronave na frente de casa, na cidade de Mucuri



OFocoNoticias

Publicada

-

Um mecânico habituado à arte da invenção está se superando, desta vez na construção da sua própria aeronave na frente da sua casa, com peças artesanais. O mecânico Marcelo Evangelista de Oliveira, o “Cabelo”, 35 anos, é natural de Santa Luzia, no sul da Bahia e desde 2018 reside no bairro Brisas do Mar, na zona norte da cidade de Mucuri, extremo sul do estado. O mecânico está chamando a atenção de todos, por estar construindo um avião na porta de casa.

Marcelo começou a montagem do avião experimental em março de 2019 e até hoje faz ajustes para aperfeiçoar a estrutura do equipamento e pretende colocar a aeronave para voar em março de 2022. Trata-se de um monomotor de 8 metros de comprimento, terá cerca de 12 metros de envergadura (medida de ponta a ponta das asas), comportando dois tanques de combustível com capacidade para 70 litros. O mecânico faz questão de registrar cada passo da evolução na execução do projeto e garante que o aparelho irá voar.

A aeronave que está sendo construída pelo mecânico Marcelo possui 8 metros de comprimento, e possuirá cerca de 12 metros de envergadura. Foto: site TeixeiraHoje/Reprodução

Algumas peças são de automóveis, como o marcador de rotações do motor. Os flaps, responsáveis por dar sustentação ao avião em pousos e decolagens, serão acionados por uma máquina de vidro elétrico de carro. O projeto inicial previa um motor Volkswagen 2.0 de 116cv, o mesmo usado no Golf IV e Santana, que chegou a ser instalado no avião, mas o bloco é muito pesado para a aeronave decolar e ele substituiu por um motor aeronáutico da marca Rotax, de 100hp.

Com o conjunto mais leve, o inventor garante que a aeronave estará pronta para decolar em um prazo médio de um ano e só não ficará pronta em um período menor de tempo por falta de recursos suficientes, mas antes de realizar testes com o equipamento, o mecânico disse que levará o avião à um aeródromo para conhecimento dos sistemas operacionais.

Segundo o próprio mecânico, ele é inventivo e a construção da aeronave é, até então, seu maior desafio. Foto: site TeixeiraHoje/Reprodução

O mecânico costuma ser inventivo, desmanchando equipamentos e construindo outros. “Queria sair da rotina e criar algo, daí a ideia de montar um avião. Eu queria criar alguma coisa física e entendi que existia a possibilidade de se montar um monomotor e como sempre tive interesse em aviação, comecei a montar este avião, um sonho desde criança. Uma vida boa é a vida com aventura”, destacou Marcelo.

ENTRAVES BUROCRÁTICOS

Segundo a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), aeronaves experimentais desportivas é um subgrupo da aviação experimental que tem como objetivo realizar voos de lazer ou competição esportiva. As aeronaves dessa modalidade podem ser aeronaves pendulares (trikes), girocópteros, aeronaves anfíbias e aeronaves construídas por amadores, esta última é o tipo da aeronave construída pelo Marcelo. Porém, para operar uma aeronave experimental desportiva, segundo a ANAC, o piloto deve possuir no mínimo o Certificado de Piloto Aerodesportivo.

Aeronaves experimentais desportivas somente podem voar após receber seu Certificado de Autorização de Voo Experimental (CAVE) e estarem devidamente matriculadas e registradas no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB).

Ficamos na torcida para que Marcelo mantenha alimentada sua paixão pela aviação e tenha êxito no seu projeto.

 

Com informações de Athylla Borborema (site Teixeira Hoje)

Redação OFocoNotícias: (73) 98182-9649

Comentários do Facebook

Em Alta

Copyright © 2021 - OFocoNotícias/ Email: ofoconoticias@gmail.com